Programação 9a Mostra Cinema Popular Brasileiro

Programação

Programação Casa Cultural Mata Atlântica

Abertura da 9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro

Dia 01 de novembro, quinta-feira

Horário: 18h00

O Povo do cinema de Lumiar

Direção, Produção, Edição:Leonor Bianchi

Gênero: Documentário

Ano: 2004

Tempo de duração: 18’54’’

País: Brasil

Estado/ Cidade: Rio de Janeiro/ Lumiar

Classificação indicativa: Livre

Sinopse: O que o povo de Lumiar assiste na TV? E no cinema? Como a comunidade e a escola assumem o papel de protagonistas da narrativa histórica dos fatos locais fora da grande mídia?

Zé Rangel, poesia sonora

Direção: Rafael Costa

Produção: Zé Rangel

Rafael Costa (câmera) e Zé Rangel (sopro)

Gênero: Documentário

Ano: 2012

Tempo de duração: 8’

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: RJ/ Macaé

Classificação: Livre

Sinopse: Zé Rangel, um músico dedicado e sonhador. Um final de tarde ao som de poesia sonora.

Patápio

Direção: Alexandre Palma

Assistente de Direção: Teresa Fazolo, Edição: Barbara Vida, Assistente de Produção: Ana Claudia Loureiro, Julio Azevedo e Alexandre Nadai, Pesquisa: Alba Ferreira, Câmera: Cristiano Marins, Consultoria Jurídica: Elba Andrade

Gênero: Documentário

Ano: 2011

Tempo de duração: 10 minutos

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: Rio de Janeiro/ RJ

Sinopse:A trajetória do flautista Patápio Silva (1880-1907) é contada por meio de dados históricos e os cenários em que ele viveu – do interior à capital do Rio de Janeiro. A narrativa acompanha o processo de criação da estátua de Patápio, de autoria do artista plástico Henrique Resende. Depoimentos de Altamiro Carrilho e Magro do MPB4.

O filme participou do V Encontro Cinema Negro Brasil África e Caribe (2011) e Mostra Curta Um Som do IN-EDIT Brasil 2012 – Festival Internacional de Documentário Musical.

Dia 2 de novembro, sexta-feira, feriado

Uma noite

Direção: Daniela Santos

Produção: Daniela Santos e José Eduardo Limongi

Empresa Produtora: Imagem-Tempo Produção: Daniela Santos e José Eduardo Limongi Co-produção: Calibre Filmes e Caxanga Audiovisual Fotografia: José Eduardo Limongi Som Direto: Felippe Schultz Mussel Montagem: Rodrigo Savastano Desenho de Som: Fábio Nascimento e Rodrigo Savastano Mixagem: Fábio Nascimento Trilha sonora original: Clint isGone Direção de arte: Joana Resek e Daniela Santos Assistência de Direção: Carol Durão 1º Assistência de Câmera: Daniel Bustamante 2º Assistência de Câmera: Vladimir Mancaro

Elenco: Marina Santos e Fernando Coimbra Roteiro: Daniela Santos

Gênero: Ficção

Ano: 2011

Tempo de duração: 9’

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: Rio de Janeiro/ RJ

Classificação indicativa: 10 anos

Sinopse:Um filme, um casal, uma noite. Uma homenagem ao cinema de Antonioni.

Retrato Invisível

Direção: Denise Soares

Produção: Christiane Spode

Assistente de direção e Montagem: Aristeu AraújoFotografia: André Chesini Assistência de fotografia: Gustavo Yuki Still: Alexandre Longo  Direção de Arte: Fabiola Bonofiglio Assistência de arte: Giselle Nicaretta, Janaina Spode e Christiane Spode  Direção de Produção: Christiane Spode Assistência de produção: Giselle Nicaretta e Janaina Spode  Preparação de elenco: Marcelo Munhoz  Som direto e desenho de som: Guilherme Empke  Elétrica: Luciano Pereira de Almeida (Soda)  Música: for M – a tribute tomarklinkous (B. Fleischmann) Não me ame tanto (Karina Buhr) Aqui (Tulipa Ruiz)  Produção: Haver Filmes

Elenco: Débora Vecchi (Mônica) Patricia Cipriano (Lara) Ariel Maciel (Avô)

Gênero: Drama

Ano: 2012

Tempo de duração: 18’

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: Paraná/ Curitiba

Classificação indicativa: 10 anos

Sinopse:A jovem Mônica mantém seu dia a dia em torno dos cuidados com seu avô que está em estado vegetativo. Sua rotina é abalada pela visita inesperada de sua amiga Lara, que irá desvendar segredos que até Mônica desconhece.

Desvelo

Direção: Clarissa Rebouças

Produção: Multi Planejamento Cultural

Equipe Técnica: Direção: Clarissa Reboucas Assistente de direção: Rodrigo Luna Continuísta: Inajaradice Produção de Elenco: Milena Pinheiro Produção Executiva: Fernanda Bezerra Direção de Produção: Renata Hasselman Produção: Naia Pratta Assistente de Produção: Raina Biriba Platô: Edson Bastos Produção Local: Leandro Mendes Fotografia: Jerónimo Soffer Primeiro Assistente de Câmera: Gabriel Trajano Segundo Assistente de Câmera: Leandro Mendes Logger: Gabriel Trajano Eléctrica e Maquinária: Pernambuco Assistente de Eléctrica e Maquinária: Tuia Direção de Arte: André Cruz Produção de Arte: DA20 Arte e CenografiaProdução de Objeto: Boca de Cena e Kennedy Braga Contra Regra: Kennedy Braga Pintor de Arte: Pablo Eliodoro Cenotécnicos: Alan Anderson, Bobi Marcos, Kennedy Braga Figurinista: Diana Moreira Concepção de Maquiagem: Marie Thauront Maquiador: Kennedy Braga Som: Napoleão Cunha Fotografia STILL: Agnes Cajaíba Edição y Finalização: Caetano Travassos Gestão Financeira: Juliana Vieira Finalização de som: Napoleón Cunha Trilha Original e Produção Musical: Livia Nery e Felipe Pomar Músicos: Eduardo Luedy, Cristiano Soares  Valsa do Desvelo (Livia Nery) Voz e piano: Livia Nery Arranjos: Cristiano Soares e Felipe Pomar  Até o fim da vida (Livia Nery / Rebouças Clarissa) Voz e teclados: Livia Nery Programação Eletrônica: Felipe Pomar

Elenco: Manu Santiago – Luzia Fernanda Beling – Leo Fabio Ferreira – Diogo

Gênero: Ficção

Ano: 2012

Tempo de duração: 15’10’’

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: Bahia/ Salvador

Classificação indicativa: 14 anos

Sinopse: Luzia se apaixona por Léo, mas para viver esse amor precisa fugir da cidade em que vive e do ciúmes de seu ex namorado, Diogo . Durante o caminho, o casal passa por aventuras onde Luzia descobre a verdadeira identidade de Léo e conhece o que é o amor.

Programação Casa dos Saberes

Total de filmes: 08

Dias de exibição da 9ª Mostra CPB na Casa dos Saberes: 3 e 4 de novembro (sábado e domingo) de 2012

Horário: 19h00

Dia 3 de novembro, sábado

Jorge Poema

Direção: Rafael Costa

Produção: Nathalia Fuentes

Gênero: Documentário

Ano: 2012

Tempo de duração: 14’

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: Rio de Janeiro/ Macaé e Carapebus

Classificação indicativa: Livre

Sinopse: Jorge Poema é o registro etnográfico do Tio Jorge. Caçula, criança da roça foi pescador, lavrador e não teve muito acesso aos estudos. Mesmo assim, virou poeta. Suas palavras já o levaram para diversos cantos, inclusive Brasília. Sua luta surge após a criação do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, que gerou um conflito com os pescadores da Praia de Carapebus, área localizada dentro da Unidade de Conservação.

O filme já participou da Filmambiente 2012 e ANPOCS 2012

Pedras pretas Itaúnas de São Benedito e São Sebastião

Direção: Marcos Valério Guimarães

Produção: Instituto Geração

Direção, fotografia e Montagem: Marcos Valério GuimarãesFotografia e som: Lucas Bonini  Operação de som:  Amarílio Ferreira   Finalização: Fran de Oliveira, Peu – Pedro Henrique, Lucas Bonini  Produção: Bárbara Trindade Alves, Associação de Folclore de Conceição da Barra – ES e Instituto Geração.

Gênero: Documentário

Ano: 2012

Tempo de duração: 25’

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: Espirito Santo/ Vila Velha

Classificação indicativa: Livre

Sinopse: A festa de São Benedito e São Sebastião, em Itaúnas, norte do E.S., é o momento principal do folclore da região. Expressão de uma forma histórica de vida, marcada por escravidão, tragédia ecológica e a modernidade industrial do eucalipto e do álcool, o folclore é também uma forma de exercício político, o direito à vida e o bem simbólico maior.

Gigantes da Alegria

Direção: Ricardo rodrigues e Vitor Gracciano

Fotografia: Ricardo rodrigues e Vitor Gracciano, Edição e Montagem: Ricardo rodrigues e Vitor Gracciano, Direção de arte: Ricardo rodrigues e Vitor Gracciano, Roteiro:Ricardo rodrigues e Vitor Gracciano, Som direto: Ricardo rodrigues e Vitor Gracciano

Gênero: Documentário

Ano: 2012

Tempo de duração: 12’02”

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: Rio de Janeiro/ RJ

Sessão de 20h às 21h

Truks

Direção: João Inácio

Gênero: Documentário

Ano: 2012

Tempo de duração: ‘

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: DF/ Brasília

Sinopse: O documentário conta a história da companhia de teatro brasileiraTruks, que ganhou o mundo com suas manipulações de bonecos. Um fato curioso é que a companhia Truks fez sua primeira apresentação em um festival de bonecos animados, em 1987, em Nova Friburgo, cidade onde o filme será exibido agora durante a 9ª Mostra Cinema Popular Brasileiro.

Dia 4 de novembro, domingo

A Melhor Idade

Direção: AngeloDefanti

Roteiro: Marco Borges, Fotografia e Câmera: Pedro Urano, Montagem: Eva Randolph, Direção de arte: Fernanda Teixeira e Yves Moura, Som direto e Edição de som: Felippe Schultz Mussel, Desenho de som: Felippe Schultz Mussel e Bernardo Uzeda, Música original: Bernardo Uzeda,Assistente de direção e Continuidade: Eduardo Ades, Assistente de câmera e Elétrica: Miguel Lindenberg, Figurino: MarcelleDarrieux, Maquiagem: Sandra Augusto, Colorista: Fabrício Batista, Mixagem: Alexandre Jardim, Assistente de som direto: Eliélson Amaral e Vampiro

Gênero: Ficção

Ano: 2011

Tempo de duração: 14′

País: Brasil

Estado/ Cidade: Rio de Janeiro/ RJ

Elenco: José Wilker, Liliana Castro, ÁtilaCalache e Miguel Arraes

Sinopse:Meu nome é Antenor, tenho 70 anos e uma ferida na perna. Tive que escolher entre o remédio pra diabetes e a mensalidade da TV de cabo. Escolhi a TV. Aos setenta anos, quem precisa de pernas?

Prêmios: Melhor Ator (José Wilker) no 39o Festival de Cinema de Gramado 2011; Melhor Filme pelo Júri Oficial e Júri Popular no 3o Curta Carajás/PA 2011; Melhor Direção de Arte no 7o Curta Canoa/CE 2011; Menção Honrosa no 4o Festival de Cinema de Triunfo 2011; Melhor Ator (José Wilker) no 9o FestCineAmazônia/RO 2011; Melhor Ator (José Wilker) no 2o Festival de Cinema de Petrópolis 2011; 38a Jornada de Cinema da Bahia 2011; 9o Curta Santos 2011; 11o Curta SE 2011; 34o Festival Guarnicê de Cinema/MA 2011; Hors-Concours no V Cinema Mundo – Festival de Cinema de Itu/SP 2011; 4o Curta Taquary/PE 2011; 5o Cinema na Floresta/MS 2011; 6o Cinema dos Sertões/PI 2011; 7o Curta Ourinhos/SP 2011; 2o Cine Festival Inconfidentes/MG 2011; 2ª Mostra Nacional Curta Sertão/PE 2011; Itinerância Vitória Cine Vídeo 2012; Disseminação – 6a Mostra de Cinema e Vídeo Experimentais/MG 2011; 7a Mostra Cine Trabalho/SP 2012; Mosca 7 – Mostra Audiovisual de Cambuquira/SP 2012; 6o Cinema com Farinha/PB 2012; 4º F.A.T. – Festival de Arte e Tecnologia de Campo Grande/MS 2012.

O Cangaceiro

Direção: Marcos Buccini

Co-Direção: Alunos da disciplina Animação 2D e do Projeto Animando Histórias da UFPE/CAA.

Produção: André Arôxa, Huilton Carlos, Vinícius Milfont, Marcos Buccini e Davi Paes Versos. Produtor executivo: Marcos Buccini, Diretor de produção: Huilton Carlos, Roteiro: Francisco de Assis Oliveira, Direção de Arte, Desenho dos personagens e cenários: André Arôxa, Vinícius Milfont e Davi Paes baseados na fonte Armoribat de autoria de Buggy,Storyboard e animatic: alunos da disciplina de animação 2D 2011.1, Trilha sonora: Igor Távora Borges, Músicos: Igor Távora Borges (Violão, flauta e percussão) e Huilton Carlos (Percussão), Produção Musical: Pierre Leite e Igor Távora Borges, Design de som: Pierre Leite e Davi Paes, Narração: Davi Paes, Créditos: Vinícius Milfont, Edição e Pós-produção: Marcos Buccini, Animação: Edvaldo de Siqueira, José Wilson, Luiz Antônio, Santino Mendes, Adoniram de Souza Silva, Filipe Paes, Huilton Carlos, Eduardo José Ribeiro, Anna Paula, Jardel Bezerra, Bianka Andrea, Marcos Antônio, Henrique Eduardo, Hudson Raniel, Vinícius Milfont, Elber Fagner, Jeiel Silva, Wesley Kedmo.

Gênero: Animação

Ano: 2012

Tempo de duração: 5’34

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: Pernambuco/ Caruaru

Classificação indicativa: 12 anos

Sinopse: O Cangaceiro, filme realizado pelos alunos de Design da UFPE, conta a história de Lampião, personagem histórico da Região Nordeste. Baseado em literatura de cordel, os versos narram seus infortúnios e seus amores, seu triunfo e seu declínio, e até seus acordos com o capeta. A animação mostra um pouco dos mitos e da fantasia que envolve o imaginário acerca do personagem.

 

Pique-salva

ANTONIO BALBINO (ROTEIRO/DIREÇÃO/MONTAGEM), CAUÊ BRANDÃO(DIRETOR DE FOTOGRAFIA/ASSISTENTE DE DIREÇÃO), ANTONIO MARQUES (ASSISTENTE DE DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA), LUCAS MARQUES / GABRIELA SALES (DIREÇÃO DE ARTE), TRIEL SEITI (DESENHO DE SOM), LEANDRO SENNA (PREPARAÇÃO DE ELENCO)

Gênero: Ficção

Ano: 2011

Tempo de duração: 06’40”

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: DF/ Brazilândia

Classificação indicativa: Livre

Sinopse: Gabriel vive sob a superproteção da avó. Numa oportunidade ele foge e é ‘salvo’ pela menina da rua.

O filme já esteve no 44º FESTIVAL DE BRASÍLIA DO CINEMA BRASILEIRO (DF, 2011), XV FESTIVAL NACIONAL 5 MINUTOS (BA, 2011), 11ª MOSTRA DE CINEMA INFANTIL DE FLORIANÓPOLIS, (SC, 2012) 3ª MOSTRA SESC DE CINEMA E VÍDEO BRASILIENSE (DF,2012), JERI DIGITAL (CE, 2012), 6º CINEMA COM FARINHA (PB, 2012), 10ª MOSTRA DE TAGAUTINGA (DF, 2012), 6° CURTA CABO FRIO (RJ, 2012).

Cataventos

 

Direção: Phydias Barbosa

Produção Coletiva

Uma produção dos alunos do Workshop Cinema e Produção Faculdade Salesiana, Macaé 2011 – Coordenado por Phydias Barbosa, MacaenseElenco (Crianças) Mauricio Dias Pollyana Miranda Bernardo Antunes Daniel de Andrade Renato dos Santos Eduardo Ahmed Bernardo Santiago Rafael Santiago  Elenco (Adultos) Arinda Real dos Santos Mirian Abreu Ernani Miranda  Gabriel Jaccoud Paulo AdedNadia Perez Manoel Paulo  Roteiro Alexandre Peixoto Alice Tavares Arthur Martins Cristina Guzzo Cristina Miranda  Eduardo Valentim  Ernani Miranda Felipe Marinho Léo Barreto  LuisAntonio Marcos Filho  Marcos Vinicius “Zulu” Paulo AdedYagoGuzzo  Assistência Técnica  Alexandre Peixoto  Assistente de Direção Alice Tavares, Leo Barreto, Paulo Aded e Felipe Marinho  Eduardo Valentim Paulo Aded  Continuidade Alunos do Curso  Set Dressing e Coordenação Cristina Miranda  Administração Cristina Guzzo  Contra Regra Alice Tavares  Gerência de Elenco Marcos Filho Ernani Miranda  Direção de Arte Léo Barreto  Makingof e Cenas de Abertura Felipe Marinho  Pesquisa de Locações Alunos do Curso  Edição Paula CanellaPhydias Barbosa Felipe Marinho  Direção Alexandre Peixoto Gabriel Faro Léo Barreto Paulo Aded Eduardo Valentim  Direção de Fotografia Gabriel Faro  Workshop Cinema e Produção  Phydias Barbosa

Gênero: Ficção

Ano: 2011

Tempo de duração: 12’

País de origem: Brasil

Estado/Cidade: Rio de Janeiro

Classificação indicativa: Livre

Sinopse: Zequinha é um menino de 11 anos, que tem um difícil relacionamento com os amigos. Criado pela avó e de família humilde, o menino tem um grande sonho. Por meio de uma traquinagem, Zequinha tem a sua história cruzada com a do Valtinho, o que mudou para sempre o rumo de sua vida.  O curtametragem “Cataventos” foi escrito e produzido pelos alunos do primeiro workshop de cinema realizado na Faculdade Salesiana de Macaé e coordenado pelo cineasta Phydias Barbosa.  A localidade de Barra de São João, no município vizinho de Casimiro de Abreu, foi escolhida pelos participantes por sua fotogenia e por conter a ambientação contada pela história do filme.   Participaram crianças de Barra e de Casimiro.

Programação Sarau Monster

Local: Pousada da Barra, Av. Oceânica, 249.

Total de filmes: 08

Dia 11 de novembro, domingo

Horário: A partir das 16h00

Pequeno

Direção: Ernesto Molinero

Produção: Paula Gomes

Roteiro: Paula Gomes – Diretor de Fotografia: Haroldo Borges – Diretor de Arte: Marcos Bautista – Montagem: Ernesto Molinero

Ficção

2012

5:00:00

Brasil

Bahia/ Salvador

Sinopse:Inspirado nas origens do cinema, um pequeno maltrapilho embarca numa divertida aventura para conseguir um pedaço de melancia.

Abraços na Escuridão

Direção: Bruno Barrenha

Produção: João Paulo Miranda Maria

Produção: Grupo Kino-Olho e Cia. Tempero D’Alma – Direção, roteiro e edição: Bruno Barrenha – Direção de fotografia: João Paulo Miranda Maria – Som: Isadora Torres e Lucas Vieira – Elenco: Cláudio Lopes, João de Lima Neto, Luciana Silva e Eduarda Silva – Direção de arte: Cláudia do Canto e Cláudio Lopes – Assistente de fotografia: Thierry Vasques – Fotografia still: Emilly Cavalcanti e Thierry Vasques

Gênero: Ficção

Ano: 2012

Tempo de duração: 9’

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: São Paulo/ Rio Claro

Classificação indicativa: Livre

Sinopse: Um andarilho vaga pelas noites em busca de abraços que possam aquecer sua vida.

Nem que tudo termine como antes

Direção: Mariana Martinez e Daniel Caselli

Produção: Lia HaulinoHillel

Fotografia: Pierre de Kerchove; Som: Gabriela Cunha; Edição: Rami Daguiar, Will Mazzolla e Daniel CAselli

Gênero: Ficção

Ano: 2011

Tempo de duração; 13’

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: São Paulo/ SP

Classificação indicativa: 12 anos

Sinopse: Com medo de que o amor acabe com a passagem do tempo, um casal apaixonado marca, desde o começo da relação, a data do término. Eles acreditam que interrompendo o relacionamento, irão manter o amor preservado, eterno. É chegada a data e cada um lida com ela a sua maneira.

Printemps

Direção: Gabriel KalimMucci

Produção da Geral Filmes

Atriz: Nana Yazbek, Dir. Fotografia/ Roteiro/ Direção: Gabriel KalimMucci, Montagem: Marcelo Junqueira, Trilha sonora: Conrado Goys/Oca Casa de Som, Colorista: Gabriel Ranzani, Créditos: Rafael Aflalo, Finalização: Jann Nascimento, Agradecimentos: Claudia Kalim/ Carlos G. Gananian/ Bernardo Goys/ Marcelo Freitas,

Gênero: Ficção

Ano: 2012

Tempo de duração: 0:03:53

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: São Paulo/ SP

Sinopse:Esse é um filme sobre o reencontro de um jovem casal em um dia como outro qualquer que antecede a primavera em Paris.

Abelardo

Direção: Ane Siderman

Produção: Leonardo Machado

Direção e roteiro: Ane Siderman

Elenco: José Antonio da Silva Ballestero

Direção de fotografia: Manoel Nunes Neto

Edição: Marcio Papel e Guilherme Pires

Edição de som: Rafael Zoreia

Direção de Arte: Aline Bastos D’Ávila

Arte Designer: Cleiton Ferraz

Produção: Accorde Filmes

Gênero: Documentário

Ano: 2012

Tempo de duração: 15’34’’

País: Brasil

Estado/ Cidade: Rio Grande do Sul/ Porto Alegre

Sinopse: Abelardo é um documentário sobre José Antônio da Silva Ballestero, projecionista há 53 anos nos cinemas da fronteira oeste do Rio Grande do Sul. José Antônio aprendeu o ofício com o pai, Abelardo, que o incentivou a trabalhar na cabine de projeção desde cedo. A história conta a trajetória de um homem simples, mostrando sua visão pura e apaixonada pelo cinema.  Os filmes, as lembranças e opiniões se revelam em uma linguagem espontânea e divertida.  Abelardo cativa pela forma sincera e simpática do personagem, é um belo relato sobre a difícil profissão de projecionista.

O macaco e o rabo

Direção: Direção coletiva dos alunos da disciplina Animação digital (Núcleo de Design, UFPE-CAA) sob orientação do Professor Marcos Buccini

Produção: Marcela Lima, Thiago Guimarães, Filipe Paes, André Arôxa e Marcos Buccini

Ficha técnica: Roteiro: Marcela Lima e Thiago Guimarães (Baseado em uma fábula popular coletada por Sílvio Romero em Contos Populares do Brasil)Montagem: Marcos Buccini  Direção de arte: André Arôxa, Clara Percílio, Davi Paes, Marcela Lima, Rafael Rattes e Marcus Vinicius  Storyboard e animatic: Thiago Guimarães  Estudo dos personagens e cenários: André Arôxa, Clara Percílio, Davi Paes, Marcela Lima, Rafael Rattes e Marcus Vinicius  Desenho dos personagens: André Arôxa e Filipe Paes  Desenho dos cenários: André Arôxa  Desenhos adicionais: Marcus Vinícius  Trilha sonora: Felipe Trotta  Músicos: Felipe Trotta e Pierre Leite  Design de som: Pierre Leite e Davi Paes  Elenco (vozes): Karina Falcão, Marcela Lima, Marcos Buccini, Lucia Araújo, Clara Percílio, José Mario Austregésilo, Clara Percílio e Davi Paes  Animação: Anna Luiza Araújo, Marcus Vinícius, Rafael Rattes, Taisa Roberta, Camila Carvalho, Rafael Gonzales, Thiago Alexandre, Filipe Paes, André Arôxa, Daise Karoline, Laysla Pessoa, Miguel Vicente, Paula Brasil, Eric Darwison, Andrê Vinícius, Raissa Sobral, José Claudio, Amaro Araújo

Gênero da obra: Animação

Ano de finalização; 2011

Tempo de duração: 8’11

País de origem: Brasil

Estado/ Cidade: Pernambuco/ Caruaru

Sinopse: O macaco perde o rabo e parte em uma busca para recuperá-lo. A cada personagem que ele encontra, sua situação se complica mais. Uma adaptação de um conto do folclore nordestino.

O filme participou da 8ª Mostra Cinema Popular Brasileiro e este ano foi selecionado novamente para ser exibido. Além de nossa mostra, o filme já participou do Festival de Cinema de Tiradentes (MG, 2011), AnimaCaxias – Festival de Cinema de Animação (RS, 2011), Festival de Vídeo de Pernambuco (Recife – PE, 2011), Mostra Audiovisual Nordeste – Virada multicultural do Recife (Recife – PE, 2011), Bacuri – II Mostra de Cinema Infantil de Belém (PA, 2011), Baixada Animada (RJ, 2012), 11ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis (SC, 2012), Cine Pipoquinha 2012 (Itinerante), 2ª Mostra de Cinema Infantojuvenil de Blumenau (SC, 2012), Take 1 – Mostra de Cinema e Vídeo de Indaiatuba (SP, 2012), Cinesul 2012 – Mostra Cinesul Criança (Rio de Janeiro – RJ, 2012), Curtamazônia (Porto Velho – RO, 2012), Sétimo Locomotiva Festival de Animação em Garibaldi (Garibaldi – RS, 2012), 6º Festival Cinema com Farinha (Patos – PB, 2012), Curta-SE (Aracaju – SE, 2012), 10º MUMIA – Mostra Udigrudi Mundial de Animação (Belo Horizonte – MG, 2012), 11º Chico – Festival de Cinema e Vídeo do Tocantins (Palmas – TO, 2012), 2º FARCUME: Festival de Curtas-metragens (Faro – Portugal, 2012), Festival Curta Cabo Frio 2012 (Cabo Frio – RJ, 2012), 7ª Mostra Paulista de Cinema Nordestino (Itinerante – SP, 2012).

Exibições em Nova Friburgo – São Pedro da Serra e Casimiro de Abreu – Barra de São João e # online, no site da Mostra:

http://www.mostracinemapopularbrasileiro.wordpress.com entre1 e 12 de novembro de 2012.

Realização

Jornal O Polifônico – Jornalismo de Intervenção

 

Anúncios